Busca de Artigos:

Quem é Inês Cruz? - Homenagem à enóloga e amiga

Publicado em: 07 Janeiro, 2013 por João P.

Lembro como se fosse ontem o dia do lançamento da WineTag! A história deste site se confunde com a história da minha amizade com a Inês.

Em dezembro de 2009 já havíamos trabalhado durante quase um ano no projeto e estávamos próximos de lançar a primeira versão. Escrevi pessoalmente um e-mail a cada autor de blog dedicado ao vinho que encontrei em buscas na web. Enviei aproximadamente 60 mensagens personalizadas e apresentei a novidade e sugerindo que nos ajudassem com divulgação. Criamos a WineTag porque realmente acreditamos que podemos aos poucos modificar a forma como o brasileiro se relaciona com o vinho, e relendo hoje aquela mensagem, percebo que consegui passar este sentimento, apesar do tom de inocência / imaturidade que dei sem querer à redação.

Tivemos o “imenso” retorno de três(!) blogueiros, e a resposta mais animadora de todas era o da generosa e entusiasmada Enóloga Inês Cruz! “Muitos parabéns. O site é simples, direto e bem conciso! Vou aproveitar a deixa e anunciar o vosso site em meu blog. Creio que vosso projeto irá dar certo, ainda mais agora que há grande procura por informação a respeito do mundo dos vinhos aqui no Brasil.” Dois dias depois, estava feita a primeira publicação sobre a WineTag (http://blog.viavitis.com.br/2010/02/05/chegou-a-winetag/) em um blog brasileiro, escrito por uma portuguesa! Em abril de 2010 a convidei para escrever artigos direcionados ao aprendizado dos usuários da WineTag e desde então foram 25 artigos postados, sempre evidenciando o seu amor pela cultura e os costumes de sua “Terrinha”.

A resposta da Inês ao meu e-mail ajuda a mostrar um pouco de quem ela era! Alegre, entusiasmada, comprometida, apaixonada por sua terra natal. Com sorriso sempre presente como marca registrada, adotou o Brasil como segunda pátria e também acreditava que poderia contribuir para que brasileiros passassem a gostar mais de vinho. 

A correria que a vida nos impõe e a distância não nos permitiu ter muitos encontros, ao todo pouco mais de 10 nestes anos. Porém, entre trocas de e-mail, telefonemas, taças de vinho e conversas, uma amizade foi construída e pautada por uma vontade pura de mútua ajuda. 

Inês tinha dois grandes amores: a enologia e seu marido. Pelo segundo, Thiago Costa, largou o primeiro. Canalizou toda sua energia no projeto Viavitis (http://www.viavitis.com.br/) de educação e se posicionou como a principal educadora do interior de São Paulo. Lembro que em nosso último encontro, mencionou que estava tentando se aproximar de vinícolas nacionais na busca de oportunidades para voltar a trabalhar na produção do vinho, desde que seu marido também conseguisse alguma oportunidade de emprego também na região sul do país. 

Também me lembro bem da saudade que sentia do seu país e seus familiares. Creio que este sentimento foi a principal motivação para a criação de um outro projeto, voltado a levar turistas brasileiros à Portugal sob o olhar nativo de uma enóloga portuguesa, chamado de “Viagem Enogastrocultural à Portugal” (http://blog.viavitis.com.br/2012/10/17/9%C2%BA-dia-viagem-enogastrocultural-a-portugal-outubro-2012-%E2%80%93-qta-de-s-vicente-azeites-herdeiros-passanha/), e realizou dois destes tours em março e outubro de 2012.

Certa vez, e já conhecendo um pouco melhor a sua história, pedi que escrevesse um artigo contando quais os caminhos que seguiu até se tornar uma enóloga. Naquela época não deixei claro para a Inês as minhas reais intenções, apenas disse que seria bacana mostrar aos usuários do site e quem sabe até inspirar algumas pessoas a ingressar na profissão. Na verdade, gostaria mesmo é de mostrar indiretamente que, apesar da proliferação de cursos de vinho no Brasil, existia uma pessoa especial, diferenciada e séria se dedicando a ensinar, e desta forma ajudá-la um pouco mais na busca por seu reconhecimento.

Os alunos da Inês realmente tiveram uma grande sorte de contar com uma professora daquele calibre, que só se tornou uma educadora por ironia do destino. Em 2003, Inês deixou a sua cidade e se mudou para Vila Real (Portugal), onde foi admitida no Curso Superior de Enologia na Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro (UTAD). O curso, fundado na década de 80 e pioneiro em Portugal, foi fundamental para a evolução da vitivinicultura praticada até então neste país, bem como para a sua aprendizagem pessoal. Paralelamente, realizou diversos estágios de vindima em algumas das mais renomadas vinícolas de Portugal no Douro (Quinta do Seixo – Sogrape), Dão (Quinta do Loureiro e Quinta dos Carvalhais – Sogrape) e Alentejo (Herdade dos Grous), onde pode colocar em prática alguns conhecimentos teóricos aprendidos na faculdade.

Em 2006, no penúltimo semestre da Universidade, decidiu embarcar rumo ao “Novo Mundo”. Foi, assim, para a Califórnia, onde realizou a parte prática da sua tese final de curso na Kendall-Jackson, vinícola localizada na região de Sonoma County, a poucos quilômetros de Napa Valley. Ali passou a conhecer as principais diferenças existentes entre o tradicionalismo do “Velho Mundo” e as modernas instalações das vinícolas americanas, sem falar no trabalho de marketing praticado pelas mesmas.

Lá também encontrou o motivo pelo qual, depois, veio parar aqui no Brasil.

Após esta etapa, e já decorrido mais um ano, partiu rumo à Grécia, onde concluiu os estudos em Enologia no T.E.I. of Athens (Instituto Tecnológico e Educacional de Atenas). Contudo, ainda lhe faltava escrever a tese final de curso. Regressou então a Portugal onde finalmente pode, com a orientação do amigo e Professor Dr. Luís Carvalho, concluir a tese sobre a “Incidência de Brettanomyces sp. em Mostos e Vinhos Tintos” (contaminação de origem bacteriana que causa o tão famoso odor de “suor de cavalo”), na UTAD.

Ainda em sua terra natal e já com o curso concluído, foi contratada como gerente da Enoteca Museu do Vinho, localizada em Tavira, sul de Portugal. Esta enoteca, marcada pelo seu ambiente rústico e acolhedor, possuía um restaurante e winebar, onde os clientes poderiam desfrutar de momentos relaxantes ao sabor de pratos e petiscos típicos da cozinha portuguesa acompanhados de bons vinhos sugeridos e recomendados por mim.

Porém, a paixão de trabalhar diretamente no processo de vinificação levou-a novamente em direção ao “Novo Mundo”, desta vez até a Austrália. Chegada à “terra dos cangurus”, visitou diversas vinícolas em Barossa Valley, mas no final acabou sendo contratada para trabalhar do outro lado do país. Voou, então, rumo a Margaret River, onde trabalhou para a vinícola Howard Park, colaborando na manufatura do surpreendente vinho Howard Park Sauvignon Blanc 2008, que foi recentemente incluso no Halliday’s Top 100 Wines for 2008 (Os 100 Melhores Vinhos de 2008), prestigiado concurso de vinhos australianos, do enólogo e crítico australiano James Halliday.

Ainda em 2008, foi chamada pela Terre Del Barolo, vinícola italiana localizada na Região de Piemonte, para colaborar na produção dos seus vinhos. Dizia que a Itália é, sem dúvida, o país que mais aposta no desenvolvimento de equipamentos vitivinícolas, exportando o seu portfólio para todo o mundo!

Em 2009 o amor falou mais alto e a Inês veio para o Brasil viver com seu marido Thiago. Uma pessoa amável, com grande coração e que conquistava não só a Inês, mas a todos que tiveram a oportunidade de conhecê-lo.

Descansem em paz e obrigado por terem sido meus amigos.

Sobre o Autor

Comentários na WineTag

4

Fernando C. disse há 563 dias às 10:59h:

Triste.

Reportar Abuso

0

Jeremias G. disse há 563 dias às 11:48h:

Não a conhecia pessoalmente, mas registro aqui meus sentimentos a familia e aos amantes do vinho, pois com certeza, mesmo sem a conhecer, pelos comnetários, uma certeza eu tenho, perdemos uma grande pessoa. Que pena ! Isso é a vida ! Descanse em paz.

Reportar Abuso

157

César Artur D. disse há 563 dias às 13:42h:

Os Deuses do vinho estão com uma excelente companhia no céu...

Reportar Abuso

145

Bruno N. disse há 563 dias às 15:16h:

descanse em paz

Reportar Abuso

121

André P. disse há 563 dias às 15:34h:

Meus pêsames às famílias e amigos do casal.

Reportar Abuso

0

Alexandre V. disse há 563 dias às 19:55h:

Meus sentimentos à familia e aos amigos.

Reportar Abuso

0

ricardo m. disse há 563 dias às 23:31h:

Muito interessante mas gostaria de saber o que aconteceu.

Reportar Abuso

145

Bruno N. disse há 563 dias às 23:55h:

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2013/01/mulher-atingida-por-raio-em-bertioga-sp-deve-ser-enterrada-em-portugal.html

Reportar Abuso

4

Mateus V. disse há 558 dias às 12:41h:

Inesita :(

Reportar Abuso

8

WCARRARO G. disse há 557 dias às 12:55h:

Amiga, instrutora, e companheira de bons vinhos. Descanse em paz, sentiremos sua falta!!

Reportar Abuso

0

Helena F. disse há 545 dias às 22:48h:

Não conhecia pessoalmente mas fiquei muito triste com essa noticia. Uma perda mesmo ...

Reportar Abuso

  1. Adicionar Comentário:

    Você precisa estar logado na WineTag para deixar um comentário.

Baixe o App da WineTag

É grátis! Acesse todo o conteúdo da WineTag em seu celular.

...saiba mais»

Either weighed the risks you are taking buy viagra with benefits they expect it will have for you.