Busca de Artigos:

O vinho na era do imediatismo: a tradição do envelhecimento está ameaçada

Publicado em: 25 Novembro, 2013 por Mateus V.

O rápido avanço tecnológico dos últimos anos transformou nossa percepção de tempo. Vivemos na era do imediatismo, da satisfação dos desejos quase que instantaneamente.  A forma como as pessoas vivem tem mudado também a forma como se relacionam com o vinho.  Nesta pressa que se vive, perdeu-se o hábito de guardar vinhos para amadurecer. A hora é dos vinhos prontos para beber.  Os avanços na ciência enológica têm se voltado para atender a demanda deste tipo de vinho. Foi o surgimento de um novo consumidor que modificou a percepção do mercado e a indústria teve que se adaptar. Vemos em contraponto a tudo isso o surgimento de produtores “alternativos”, que produzem vinho de estilo autoral, sem se importar com as tendências do mercado nem com a opinião dos críticos. Será o fim dos vinhos maduros?

O emprego de algumas tecnologias como a micro-oxigenação, o uso de lascas de carvalho, entre outros artifícios, vieram para substituir o efeito do tempo na maturação do vinho. Ainda em caráter experimental, alguns pesquisadores vêm estudando o efeito da radiação gama em diversas doses para acelerar o amadurecimento do vinho. O tempo que alguns vinhos necessitam para amaciar seus taninos e ganhar complexidade aromática custa caro para os produtores.  O preço de uma barrica de carvalho de boa qualidade pode custar o equivalente a R$ 3000. Sendo que para um vinho topo de gama ela será usada uma só vez. O segundo uso será destinado a um vinho da segunda linha da vinícola. As grandes corporações vinícolas se interessam muito pelo avanço tecnológico em prol do melhor “custo/benefício” a ofertar. Para as empresas, mais vinho em estoque significa mais dinheiro que está deixando de circular e ser ganho.

 Segundo o conhecimento empírico da maioria dos produtores do “velho mundo vitícola”, um vinhedo atinge sua maturidade com 10 anos, e a partir daí seus frutos resultam em um vinho melhor. Um vinho que talvez necessite de 3, 5 ou 10 anos para atingir sua plenitude. A excelência nos vinhos sempre esteve ligada ao tempo. Os grandes vinhos são obtidos depois de muita espera, “a longo prazo”. Porém, vivemos em uma época muito veloz, no sentido de atender nossas expectativas. Queremos tudo para agora.  Não se sabe se essas tecnologias substituirão com precisão o efeito tempo. Mesmo que substituam, haverá o mercado para os vinhos de guarda “natural”, para os consumidores que são mais tradicionais e conservadores. Digamos que não justificaria pagar caríssimo por um vinho da mítica safra de 82 se um vinho da safra 2010 estaria tão pronto quanto.

O tempo sempre foi um aliado na tentativa de justificar um preço alto para determinado vinho. Por mais que estas tecnologias funcionem, haverá a sensação indescritível de degustar a safra velha, a safra que nasceu o filho ou a safra do próprio nascimento. A noção francesa do terroir parece emergir como nunca como uma forma de proteger vinhos de valor agregado de “cópias” de menor valor e muitas vezes de excepcional qualidade.

A acirrada concorrência pelos mercados tem forçado os produtores a acharem alternativas para reduzir seus custos e uma das respostas é colocar vinhos jovens no mercado e que estejam “prontos para beber”. É este o tipo de vinho que domina o grande mercado. Do outro lado, uma legião de pequenos viticultores, chamam a atenção por uma viticultura mais diversificada, pela revalorização de uvas autóctones, orgânicos e biodinâmicos. Na América do Sul, com algumas exceções, este movimento está um pouco atrasado. Tomara que tenhamos menos malbecões e carmenères puissants em prol de vinhos que possam ser consumidos no almoço, com 12,5 % de álcool.

Sobre o Autor

Comentários na WineTag

0

Monica M. disse há 2285 dias às 15:25h:

Adorei suas ponderações. É, de ato, o que constatamos hoje em dia, em um mundo em que o $ manda muito e os custos de produção são muito altos. Não desprezo safra antiga, mas concordo em número, gênero e grau que beber um vinho menos potente tem tudo a ver, inclusive com o tipo de alimentação mais saudável que se busca hoje em dia.

Reportar Abuso

  1. Adicionar Comentário:

    Você precisa estar logado na WineTag para deixar um comentário.

Baixe o App da WineTag

É grátis! Acesse todo o conteúdo da WineTag em seu celular.

...saiba mais»

Important source: visit where to buy isotretinoin online browse around this article.