Busca de Artigos:

Regiões Francesas: Vale do Loire

Publicado em: 28 Março, 2011 por Luciana F.

As regiões vinícolas francesas são sem dúvida as mais comentadas mundialmente devido a sua história, a sua tradição e principalmente à qualidade de seus vinhos. Segundo país maior produtor de vinhos do mundo, ficando atrás somente da Itália, a França possui 472 apelações de origem controladas, e dessas quatrocentas e setenta e duas apelações, quantas nós conhecemos?

O Vale do Loire, também conhecido como o “jardim da França”, é uma região encantadora, rodeada por montanhas, flores, vinhedos e castelos. A boa parte da área vinícola é localizada ao longo do rio Loire e é dividida em quatro sub-regiões: Vinhedos centrais, Torraine, Anjou-Saumur e Nantes.

Devido ao longo território podemos encontrar uma grande variação climática nas regiões viticultoras. Clima Marítimo ao oeste, com invernos e verões moderados devido à influência oceânica e Continental ao leste, com invernos frios e verões quentes. Com temperaturas anuais relativamente baixas e estações de verão mais curtas, o rio é muito importante no auxílio da maturação das uvas. Ele reflete a luz solar, mantém o calor durante o outono e protege as vinhas contra geadas.

A região possui 65 apelações nas quais são produzidos: vinhos brancos, tintos, rosés, licorosos e espumantes que variam de versões secas a doces. As castas mais comuns são: Sauvignon Blanc, Chenin Blanc e Melon de Bourgogne para brancas, e Cabernet Franc, Pinot Noir, Gamay e Malbec para tintas.

Em Nantes o vinho mais conhecido é o Muscadet, produzido a partir da casta branca Melon de Bourgogne, é um vinho leve, transparente, com boa acidez e notas minerais. Ele também pode ser encontrado na versão “sur lie”, que significa que o vinho foi envelhecido em sua levedura e apresenta mais complexidade.

Em Anjou-Saumur e Torraine encontramos Cabernet Francs de corpo médio, com muita acidez e baixo tanino. Eles são vinhos bem frutados e apresentam toques de framboesa, cereja, violeta e também vegetais (um ótimo exemplar é o Chinon). Os brancos da casta Chenin Blanc apresentam de leve a médio corpo, boa acidez e toques de limão, damasco e frutas tropicais, eles variam de seco a doce e possuem uma ótima capacidade de envelhecimento (um ótimo exemplar é o Vouvray). Os vinhos rosés são produzidos a partir das castas Cabernet Franc e Gamay, são geralmente bem frutados e semi-doce (um ótimo exemplar é o Rosé d’Anjou). Os espumantes em Anjou-Saumur e Torraine são produzidos em grandes quantidades e são de ótima qualidade, quando chamados de Cremant ou Mousseux utilizam o método tradicional, o mesmo usado na produção de Champagne.

Na região central encontramos os vinhos brancos produzidos a partir da casta Sauvignon Blanc, secos, com corpo médio e boa acidez, toques vegetais e minerais, e aromas de grama e toranja (ótimos exemplares são o Sancerre e o Poully Fumé). Os tintos são produzidos em menor quantidade e geralmente a partir da casta Pinot Noir, o que gera um corpo leve e com toques de morango e amora.

O Vale do Loire é definitivamente uma região de descobertas com uma infinidade de vinhos para todos os gostos, encorpados, leves, secos ou doces, seja a sua preferência qual for, vale a pena se aventurar!

A Harmonização

Muscadet – frutos do mar, peixes grelhados, ostras, sardinhas fritas, saladas, queijo de cabra e reblochon. Sirva a 8-12°C.

Tintos Cabernet Franc como Chinon – lombo, frango ao molho de tomate com ervas, queijos semi duros, presunto e pratos que levam vegetais. Sirva a 13-14°C.

Brancos Chenin Blanc – frango ao molho cremoso, lagosta ao vapor, ostras, quiches, lombo com frutas secas, salmão e queijo de cabra (versões secas). Comida japonesa, camarão, ostras, saladas e petiscos (espumantes). Foie gras, tortas de fruta (como uma torta de damasco), tortas de nozes, doces árabes, queijo de cabra e gorgonzola. Sirva a 10-11°C.

Brancos Sauvignon Blanc – frutos do mar, lulas fritas, saladas com molho vinagrete e queijo de cabra, frango assado, aspargos, alcachofra, comidas apimentadas como mexicana e indiana. Sirva a 12°C.

Tintos Pinot Noir- frios em geral, pato assado, lasanha de berinjela, risoto de cogumelo, macarrão com molho de tomate e legumes, brie, camembert, feta e gruyère. Sirva a 14°C.

Sobre o Autor

Comentários na WineTag

399

Marcio C. disse há 2974 dias às 12:18h:

Excelente artigo, muito informativo e interessante. Você indicaria algum vinho do Vale do Loire que chega aqui no a um preço razoável? Qual o produtor com melhor custo benefício para o pessoal aqui do Brasil? Parabéns e aguardamos mais artigos.

Reportar Abuso

8

Luciana F. disse há 2974 dias às 13:47h:

Olá Marcio, obrigada. O vinho de melhor custo benefício do Loire encontrado no Brasil é o Muscadet, um bom exemplar é o Muscadet Domaine Guy Saget, geralmente vendido a 35 reais. Um vinho leve, mineral e toques de limão, ótimo com ostras, peixe grelhado ou camarão e lulas fritas. Um vinho perfeito para o clima brasileiro!

Reportar Abuso

147

Bruno N. disse há 2972 dias às 09:39h:

mto bom! parabens pelo artigo

Reportar Abuso

1

haendel r. disse há 2968 dias às 09:57h:

Wine Tag, acho uma desconsideração com a autora, incluir somente a inicial de seu sobrenome. Por mais q ela seja um membro da rede social. A partir do momento em que a Wine tag se dispõe a publicar uma série de artigos da autora, deveria melhor identificá-la.

Reportar Abuso

0

Carlo Alberto A. disse há 2949 dias às 10:31h:

Ótimo artigo Luciana. Estamos formando um grupo de 3 casais para visitar o vale do Loire no início de julho. Você poderia nos mandar algumas dicas de vinículas e cidades que devemos visitar?

Reportar Abuso

0

Viticulteurs Sans Frontières V. disse há 2311 dias às 17:37h:

Oi, bom dia tudos. Sou produtor de vinho da valle do loire na franca. Agora estou em sao paulo para encontrar importadores, e vi que querem descubrir viniculas. Entao si querem fican bem vindos em nossa fazenda. GAEC MARTIN somente estou fazendo nova site internet entao agora nao tem.

Reportar Abuso

  1. Adicionar Comentário:

    Você precisa estar logado na WineTag para deixar um comentário.

Baixe o App da WineTag

É grátis! Acesse todo o conteúdo da WineTag em seu celular.

...saiba mais»